Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A paisagem de 2017

por sacha hart, em 29.11.17

Com esta é que o Sapinho me tramou: desafiou-me a escolher a paisagem do meu ano. Face a todas as aventuras que me levaram a sítios incríveis em 2017, responder a esta pergunta tornou-se tão impossível quanto decidir qual o meu filme favorito ou de que livro gosto mais. 

 

Pôs-me a pensar na Serra da Estrela coberta de gelo sob um pôr de sol inesquecível, nas inúmeras paragens pela nossa costa portuguesa pelas quais me continuo a apaixonar, nos tons terracota de Perugia em Itália, nos sonhos acordados em Lake Bled na Eslovénia, nos encantadores centros históricos em Viena, Praga e Cracóvia, os canais encontrados pela Holanda fora ou, simplesmente, qualquer vista de um dos nossos miradouros de Lisboa que me arrabatam de cada vez que lá estou. 

 

No entanto, sei no meu coração sem dúvida alguma, que a paisagem do meu ano é aquela de Buda e Peste separadas pelo rio Danúbio, duas partes que se complementam e transformam na cidade que chamo casa há mais de 3 meses e da qual estou prestes a partir. 

 

DSC_0265.jpg

DSC_0866.jpg

As cores de Novembro em Budapeste. 

 

Mais do que marcar o meu ano, esta paisagem marca a minha vida. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49

Roadtrip Weekend

por sacha hart, em 15.09.17

Roadtrip Weekend

 Fonte da Imagem

 

Chegou a hora de deixar Budapeste por uns dias e conhecer novos sítios pela Europa de Leste. Não vou mentir - esta foi a minha maior motivação em vir para tão longe de Erasmus: a facilidade de conhecer novos sítios que, a partir de Portugal, não seria tão fácil de chegar. 

 

Malas feitas, carro atestado e cerca de cinco horas até chegar a Ljubljana, a capital da Eslovénia. Destino escolhido por ser lindo de morrer, cheio de cultura e acessível. O único ponto negativo é mesmo a chuva e temperaturas baixas que me esperam por lá, mas nada vai demover o meu entusiasmo de conhecer mais um bocadinho do nosso continente. 

 

Prometo contar tudo assim que voltar. Até lá, podem seguir a viagem pelo Instagram :)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41

Tão depressa passámos do dia 366 para o 1. Espero que tenham entrado com o pé direito e que este novo ano se vá desvendando da melhor forma para vocês. Começa uma nova contagem e com ela vêm sempre novas aspirações. Muita sorte para que concretizem as vossas! 

Desde que o fogo de artificio marcou a noite que tenho vindo a pensar nas minhas. Não tenho muitos planos delineados para 2017, no entanto guardei alguns desejos e achei que os podia partilhar com vocês. Espero que este seja um ano de auto-descoberta e crescimento.  Um ano para ler mais e melhor. Sair da minha zona de conforto literária e descobrir novos escritores e géneros. Dedicar-me ao design. Quero aprender mais nesta área e dedicar-me a fazer mais criações, começando por transformar o visual do Rebel Yell.  Descobrir nova músicaAinda está para ver se marco presença em algum concerto. Ser menos sedentária e para isso praticar mais atividades. Conseguir organizar-me para poupar ainda mais. Disponibilizar mais do meu tempo para fazer voluntariado, cá dentro e lá fora. E, por fim, viajar. Expandir os meus horizontes o mais que possa. 

Para o mundo, gostaria de pedir mais compreensão, tolerância e aceitação. Sabem do que estou a falar. 2017 só agora começou a desvendar-se e desafios internacionais adivinham-se. Caminhar para a paz é tudo o que eu peço.

 

Um bom 2017 a todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:12



Lisboeta de 20 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed