Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mudar de página

por sacha hart, em 04.03.15

Sou uma rapariga que fica rapidamente com expectativas. A maioria das vezes saio desiludida. Ontem, ou melhor, esta madrugada, foi o que aconteceu mais uma vez.

 

Depois de quase dois anos de contacto perdido, achei que finalmente tinha encontrado a rede social de uma pessoa  com quem gostava muito de falar. Há imenso tempo que procurava forma de retomar contacto, mas falhava sempre em encontrar forma de o fazer, especialmente porque não sabia o nome completo desta pessoa, apenas o primeiro nome e nickname. Ainda assim, a esperança nunca se perdeu. Mantive-me agarrada a ela, com a consciência de que o destino, por vezes, é engraçado e inesperado. Afinal, inesperadamente, já tinha recebido vagas mensagens desta pessoa no meu tumblr, mas nunca de forma a poder responder propriamente. 

Pois bem, ontem quando me lancei pela primeira vez no Kik, uma aplicação semelhante ao Whatsapp, vi a possibilidade de procurar pelo nickname. O meu entusiasmo atingiu o pico quando obtive um resultado. No entanto, por ali, não dava para saber se era ou não a pessoa que eu procurava. Ainda assim, eu estava certa que sim. Fiquei o dia todo a matutar se devia ou não enviar uma mensagem. Se devia ou não esquecer, mudar a página e deixar de pensar numa coisa que, por muito que  eu não queira, está sempre lá. Especialmente, não queria ser embaraçada, do género " Olá, sou a Sacha, não sei se te lembras de mim" e receber um não, ou pior, que ignorasse. Em relação a esta pessoa, sempre tive o receio de soar awkward.  

Mas bem, depois de uma hora às voltas na cama, já meia-noite, liguei o telemóvel e enchi-me de coragem. Mandei uma mensagem, perguntando se era quem eu achava que era e a dizer quem eu era. Terminei dizendo que, se afinal não fosse a pessoa que eu imaginava,  pedia desculpas pela invasão na sua conta. Contudo, nunca achei que fosse esse o sucedido. Era uma da manhã e eu às voltas na cama. Não estava a dormir bem. A meio da madruga acordei e voltei a verificar o telemóvel. Nada. Quando por fim me levantei às horas normais, não consegui pegar logo no telemóvel. Estava ansiosa, por isso só abri o Kik quando estava na cozinha a preparar o pequeno almoço. Lá estava a resposta : " Infelizmente não sou a pessoa que procuras... lamento por isso".  Foi uma desilusão. 

Ao mesmo tempo, foi o fim desta história. O sinal que eu precisava para mudar de página e seguir em frente. Resolvi que vou deixar de me fixar neste assunto. Há pessoas que entram na nossa vida e têm uma duração limitada. Contudo, ficam sempre na memória. Esta será assim. Talvez seja para melhor. 

 

Desculpem o testamento. A verdade era que precisava de desabafar isto para algum lado. De certa forma, ajuda-me também a concluir "isto" que teve inicio há três anos e tal. Sei que para algumas pessoas isto vai parecer uma tolice de miúda, mas bom, que posso dizer? Algumas das coisas que fazemos são guiadas pelas emoções, não pela razão. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:44


9 comentários

Imagem de perfil

De • Smartie a 04.03.2015 às 18:36

Ohh, lamento querida :( Mas, tal como disseste, certas pessoas passam pela nossa vida e apenas ficam durante um certo tempo, provavelmente porque era mesmo assim que tinha de ser...força :3
Imagem de perfil

De Ynis a 04.03.2015 às 21:31

Como é que eu já adivinhava que era sobre aquela pessoa do tumblr?! Enfim..
Nunca te escondi que gosto de me rir das tuas desgraças e dos teus momentos mais azarados, mas hoje, prometo que não o vou fazer.
As pessoas entram nas nossas vidas por alguma razão. Às vezes apenas para durar cinco minutos, outras, para durar anos. E digo-te, fazes bem virar a página, mas não percas totalmente a esperança, porque um dia vais acabar por encontrar essa pessoa e vão-se rir da situação. E bem, caso não a encontres, vê o lado bom, eu vou estar sempre aqui para me rir de ti. (Ainda dizem que não existem boas pessoas.) Queres melhor do que eu?! Estarias doida!
Vá, anima-te lá.
Imagem de perfil

De filipa. a 04.03.2015 às 22:07

não te martirizes por isso querida. pelo menos tentas-te...e arrepende-te do que fazes e não do que não fazes. e se por acaso não voltares a ter contacto com a pessoa que procuras é pq nao tinha de ser assim...e tu tenhas q virar a pagina como falas no teu post. e isso nem sempre é mau...
beijinho.
Imagem de perfil

De liz collingwood a 05.03.2015 às 21:09

às vezes precisamos de uma mudança de página. apesar de teres tido uma desilusão, talvez fosse melhor assim. depois disso, ficarás melhor e segues com a tua vida! :)
Imagem de perfil

De Sara a 05.03.2015 às 21:37

oh sacha, tu fizeste a tua parte por tentar encontrá-lo. talvez, quando menos estejas à espera o voltes a encontrar! por enquanto não podes fazer mais nada :)
é como disseste, as pessoas saiem e entram na nossa vida. umas talvez estejam destinadas a ir e a voltar, outras não. terás de esperar para ver!
mas não te preocupes com isso, sim? o que terá de ser, será!
Imagem de perfil

De Mag a 06.03.2015 às 22:47

Também sou como tu, costumo sempre ter expectativas muito altas, sobretudo porque adoro criar cenários possíveis na minha cabeça, daquilo que "poderia" acontecer. No entanto, esqueço-me sempre da possibilidade negativa, e nunca me preparo.
Além disso, ficar com um "assunto inacabado" é complicado, sobretudo durante tanto tempo. Espero que agora tudo se resolva e que consigas seguir em frente :)
Sem imagem de perfil

De Emma a 07.03.2015 às 00:36

Lamento que não tenhas conseguido encontrar a tal pessoa, mas como acredito no destino acho que isto realmente foi um sinal de que está na hora de seguires em frente na tua vida, e até encontrares novas pessoas que vão ter o mesmo valor na tua vida. A vida é assim, hoje temos certos amigos que amanha podem já não ser, mas não devemos ir abaixo.
Fizeste muito bem em escrever e assim desabafar aqui connosco, ajuda imenso a colocar as ideias em ordem tanto na cabeça como no coração. Força nessa tua nova pagina :)
Imagem de perfil

De twilight_pr a 07.03.2015 às 13:42

Oh... é uma pena não ser a pessoa que procuravas :c quem me dera que tivesse sido!
Imagem de perfil

De aurora a 07.03.2015 às 22:23

amizades feitas pela internet muitas vezes são das melhores, não tens que ter vergonha! também já perdi contacto com muitas pessoas, pessoas que na altura pensava que nunca me iriam deixar, ou eu a elas. no entanto, foi o que foi. novas amizades vieram e eu fico grata por isso. acho que depende dos dois lados se a relação se mantém ou não.

Comentar post




Lisboeta de 19 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed