Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Encantada.

por sacha hart, em 28.09.15

 

     - Os livros são a melhor companhia, não é verdade?

     Diz o senhor já de alguma idade que ia ao meu lado no autocarro, depois de alguns minutos ali. Eu, focada no meu livro durante a viagem, não tinha ainda olhado para ele. Até ali só sentira o calor do seu farto casaco preto e visto as mãos enrugadas pelo canto do olho. Então, quando ele decide falar comigo olho para ele pela primeira vez. Vejo um senhor que já vai muito além dos sessentas. Tem um sorriso afável e simpático e olha-me com curiosidade e simpatia. Demorei uns segundos a perceber que ele se tinha dirigido a mim em castelhano, e então, embaraçada, tirei os phones e lembrei-me novamente do que ele me dissera.

     - Verdade, sem dúvida! - Respondo também em castelhano, apesar de ter sido apanhada de surpresa. - Não há nada melhor do que os livros.

     - Ah, habla castellano? -  Pelos vistos não sou a única apanhada de surpresa.

     Digo-lhe que sim. Que sei um bocadinho porque aprendi na escola. Até lhe digo que escolhi aquele livro que me vira ler por ser uma adaptação de um filme espanhol. Voltamos a comentar que ler é  excelente até que a conversa de autocarro cessa para que eu prossiga com a minha leitura. Não demora muito até que o senhor volte a mexer-se no seu lugar. Percebo que a paragem dele é a próxima. Olha para mim e eu olho para ele com um sorriso, como quem diz adeus sem esperar palavras.

     - Buenas tardes. Encantado de conocerla. - Acaba ele por dizer com um sorriso de idoso mas que enche corações. 

     Por segundos eu não disse nada, até porque estava a tentar encontrar as palavras para uma despedida em castelhano, mas a memória falhou-me. Atabalhoadamente e com um sorriso do género "desculpa a minha falta de jeitinho", também lhe digo - Encantada también. Buenas tardes!

      Era a deixa final. Ou assim parecia. Já depois de se ter levantado e encaminhado para a porta de saída do autocarro (que estava mesmo à nossa frente), o homem que fala castelhano voltou a virar-se para mim e perguntou-me se conhecia Madrid. - No, pero tengo muchas ganas de ir - Respondo com a maior honestidade do mundo. Digo-lhe que já fui a Barcelona. 

     - Barcelona é melhor para ver de noite.

     Mas eu também gostei de a ver durante o dia, digo-lhe. 

     - Madrid é lindissima

     Acredito nele. Não tenho a menor dúvida. As minhas últimas palavras são para lhe dizer que espero ir lá para o ano que vem, que até já tenho dinheiro amealhado para isso. Ele volta-me a dizer que Madrid é um encanto e que deveria lá ir.

     São as últimas palavras que me dirige, mas o sorriso continuou até o autocarro parar e ele ter de sair. Fico a olhar para ele enquanto posso. Um senhor não muito alto, com um casacão compridissimo para um dia de calor. Um senhor que parecia saído dos filmes, um senhor encantador. Um senhor que, por acaso do destino, se sentou ao lado de uma rapariga que gosta de ler, de falar castelhano e de sorrir.

     Destino, sem dúvida.

      E fez o meu dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:09


11 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 28.09.2015 às 16:14

Fantástico!!
Imagem de perfil

De Pipa a 28.09.2015 às 16:37

Acho que isso foi mesmo destino :)
beijinhos
Imagem de perfil

De Mystic a 28.09.2015 às 18:50

Isso foi muito querido mesmo. Tanto da tua parte como da parte dele.
Quando andava no metro todos os dias, também acontecia de vez em quando ter uma rápida conversa assim com alguém, mas que acaba por marcar aquele dia.
São pessoas amáveis :)
Imagem de perfil

De ella a 28.09.2015 às 19:17

Esta história fez-me sorrir :) Estas coisas reinstalam a minha fé na humanidade!
Imagem de perfil

De V. a 28.09.2015 às 19:21

Foi doce, muito doce! :)
Imagem de perfil

De • Smartie a 28.09.2015 às 19:58

Que história tão bonita! :)
Imagem de perfil

De Isabella a 28.09.2015 às 20:50

Que post tão doce e maravilhoso.
É incrível como pequenas coisas fazem tão bem à alma não é?
Imagem de perfil

De Bá ♥ a 29.09.2015 às 00:05

É sempre bom quando um desconhecido ganha coragem para nos dirigir a palavra e dizer coisas amáveis. Compreendo porque fez o teu dia :)
Imagem de perfil

De a 30.09.2015 às 01:09

Eu é que fiquei encantada com o post, lool xb
Imagem de perfil

De Sara a 03.10.2015 às 11:11

Juro que me inspiras com estes textos, as coisas que acontecem na tua vida parecem simplesmente saídas de filmes! Só gostava de ter o jeitinho com as palavras que tu tens :)
Imagem de perfil

De sacha hart a 03.10.2015 às 13:53

O jeitinho com as palavras advém da inspiração que estes momentos me dão. Às vezes coisas inesperadas acontecem e deixam-nos assim felizes!

Comentar post




Lisboeta de 20 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed