Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Devia ter pensado nisto antes.

por sacha hart, em 08.05.15

Com o passar das semanas fica cada vez mais presente a ideia de que, não tarda, vou ter de preencher a ficha ENES. Até lá ainda é tempo de passar por muitos trabalhos, testes e exames nacionais. Contudo, se há coisa que sei, é que o tempo passa muito rápido e quando der por ele, já é tempo das candidaturas.

Por isso pus-me já a pensar. Demasiado tarde, percebo. Parece tão pouco tempo para alguém como eu que não sabe o que fazer da vida. Se me perguntassem no inicio do ano dir-vos-ia que não tinha dúvidas da faculdade nem do curso que seria a minha primeira opção. Após rever o programa do dito cujo (Ciências da Comunicação) entendi que talvez não fosse isto que eu queria. Sei em que meio quero uma carreira profissional - nas Relações Internacionais - mas de que modo? Jornalismo, diplomacia, organizações... É uma indecisão permanente. De momento estou indicada a ir para um curso que até há pouco tempo não me inclinava, mas que agora me parece o mais adequado (Ciências Políticas e Relações Internacionais), no entanto não deixo de pensar naquela que foi a minha primeira opção desde sempre (Jornalismo). Nem Futurália, nem Inspiring Future nem dias abertos me ajudaram. A indecisão permanece, assim como o receio de fazer a escolha errada. 

Os dias passam e eu roo as unhas à espera de ter uma epifania. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49


20 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 08.05.2015 às 15:46

Gostava de saber como te ajudar, mas sinceramente não sei :c
Imagem de perfil

De lostdreams a 08.05.2015 às 18:22

Vais ver que vai correr bem e irás escolher o curso certo
Imagem de perfil

De shiro ayato a 08.05.2015 às 21:02

Revejo-me no que escreveste. Eu já acabei o secundário (aliás já à um ano que não estudo nem faço nada.) Basicamente a minha história foi: entrei para o 10º ano de Letras e Humanidades. Na altura escolhi este curso, porque era o único de jeito que havia na escola para onde eu ia. Fiz 11º e no 12º fiz exames, mas não consegui fazer História, então fiquei mais um ano a fazer melhorias e a acabar essa disciplina. Sinceramente acho que quis não passar a história, pois, estudei e dediquei-me muito pouco e tudo por causa desse receio todo sobre o que fazer e para onde ir. Toda a gente me pergunta o que eu quero fazer e o que quero ser, e eu digo sempre que não sei. Eu tenho sonhos, mas às vezes parece que os cursos não me conseguem dar o que quero. E depois é o problema do dinheiro. Sei o que custa a vida e não quero estar a forçar os meus pais a trabalharem que nem doidos para pagar tudo. Sinceramente ainda não sei o que fazer. Ah, aliás, eu nem contei. Eu cheguei a candidatar-me e fui aceite no curso de solicitadoria, mas acabei por não ir, porque achei que não ia ser feliz nesse curso. Continuo a não saber o que fazer. Ando a tirar a carta e depois de ter carta de carro talvez arranje um trabalho e junte dinheiro e ponha as ideias no lugar.
Espero que sigas algo que te vá fazer feliz. Isso é o mais importante :)
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 16:48

Obrigada por partilhares o teu testemunho. Letras e Humanidades tem aquele problema de ser limitado em termos de saídas, mas acho que deve haver sempre uma inclinação. Ainda estou a tentar descobrir qual é a minha. Espero que em breve encontres o teu rumo também!
Imagem de perfil

De shiro ayato a 10.05.2015 às 18:13

Obrigada, espero que isso aconteça e torço para que encontres o teu :)
Imagem de perfil

De Ynis a 08.05.2015 às 21:32

Desde que entrei para o secundário que sempre tive dúvidas do curso a escolher.. passei pelas engenharias e por medicina.. Até há bem pouco tempo andava indecisa entre biologia e enfermagem, mas felizmente consegui encontrar um caminho junto à fisioterapia. Era um sonho meu bem antigo e bem apagado.
Well, tu não tens que escolher o curso que parece ser o mais adequado em termos financeiros ou coisas afins (claro, isso também é importante, principalmente por conta da situação em que o nosso país está), mas deves escolher aquele que quando fechas os olhos e pensas com o coração, vês-te num futuro feliz, naquela carreira que te deixa com um sorriso nos lábios e que tens a certeza que não te irás arrepender. Se queres jornalismo, então vai para jornalismo! Se queres catar o lixo, então cata.. wtv.. és tu que decides, és tu que sonhas.
E agora, deixando o meu modo minimamente bom de lado e passando para o de cabra sem escrúpulos, ri muito com este post. Como sempre, Sacha a mostrar o seu lado retardado.
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 16:50

Estava a gostar tanto do teu comentários até chegar às ultimas linhas.
Se neste post mostro o meu lado retardado, tu também confirmas o teu no comentário haha. A indecisão é humana. Mas vou seguir o teu "conselho", escolher aquilo com que sonho e quero (mas até isso é difícil quero ser tanta coisa)
Imagem de perfil

De Ynis a 10.05.2015 às 16:52

AHAHAHAHA as últimas linhas são as melhores, tens que admitir!
Retardada? Eu? COF COF COF
Queres ser tanta coisa? Fogo, eu queria ser tanta coisa quando era pequena! '---'
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 16:54

Tanta cosia resume-se a três (jornalista, ter um cargo diplomático e pertencer a uma organização mundial)
Imagem de perfil

De Ynis a 10.05.2015 às 16:56

o cargo diplomático é fixe e pertencer a uma organização também.. não gosto de jornalistas, porque toda a gente que conheço que está em línguas, foi para línguas porque quer seguir jornalismo. mas, não sou eu que tenho que decidir, és tu.. só não te lembres depois de ires para bombeira ahahah
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 17:03

Na minha turma só há para aí 3 pessoas a querer jornalismo. Andam todos fixados com psicologia.
Imagem de perfil

De Ynis a 10.05.2015 às 17:06

psicologia só conheço uma pessoa e ela nem está de todo certa que quer isso mesmo.. bem, posso-te te dizer que a maioria das gajas de línguas, partilham a aula de inglês comigo, querem jornalismo e turismo, porque sinceramente, é das poucas coisas que o vosso curso serve.
Imagem de perfil

De Emy a 08.05.2015 às 22:53

Tenho uma amiga minha que foi para ciências políticas e relações internacionais e desistiu porque achou que o curso estava mais virado para ciências políticas. O meu namorado está no curso de relações internacionais apenas, e é um curso com algumas saídas
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 16:51

Eu sou menos virada para as ciências políticas e mais para as relações internacionais. Como só estou 50% inclinada para o curso, hesito. Se não fosse isso, escolheria este curso sem hesitação.
Obrigada por partilhares essa situação!
Imagem de perfil

De • Smartie a 08.05.2015 às 23:17

Eu também estava mais ou menos na mesma situação que tu, mas acabei por descobrir o que queria e gostei muito de tirar o curso que tirei. Aconselho-te a pensares realmente naquilo que queres, a veres todas as tuas opções, as descrições dos cursos, as cadeiras, etc, para que possas tomar uma decisão bem informada, e vais ver que vai tudo correr bem :) Força!
Beijinhos
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 16:52

Obrigada pelo conselho e pela força Nexaa ^^
Imagem de perfil

De Mag a 09.05.2015 às 18:54

Essa indecisão é completamente normal. Também estava como tu, em que estava mesmo certa daquilo que queria, mas uma vez na faculdade, ando a ter muitas dúvidas se este é o curso certo, aquele mais indicado para mim e se é mesmo isto que realmente gosto e quero fazer para o resto da vida.
Digo-te isto, não para te assustar, mas porque, uma vez lá dentro, a tua perspectiva pode mudar, o curso pode não ser aquilo de que estavas à espera e podes ter a necessidade de mudar - o que é completamente natural.
O único aspecto negativo são as propinas, mas lembra-te que podes mudar quando quiseres, fazer os cursos que quiseres e ir assistir a outras aulas de vez em quando. Aliás, até te aconselhava a (se conseguires), fazeres isso antes de preencheres o formulário do ENES. Vai assistir a algumas aulas dos cursos que te interessam porque te pode ajudar muito! Foi algo de que não me lembrei mas de que agora me arrependo profundamente.
Imagem de perfil

De sacha hart a 10.05.2015 às 16:53

Tento lembrar-me disso - que uma certeza agora se pode transformar numa incerteza uma vez já na faculdade. Obrigada pelo conselho, vou tentar ver se consigo assistir a algumas aulas!
Imagem de perfil

De margaux a 14.05.2015 às 22:11

Eu também escolhi Ciências da Comunicação e arrependi-me... Não é que eu não queira ser jornalista, mas apercebi-me que essa não era a melhor forma de lá chegar... Isto porque é um curso demasiado abrangente e acaba por te faltar conhecimentos em certas áreas necessárias, por exemplo, se gostas de política e gostavas de vir a escrever sobre isso, aconselho-te a seguires Ciência Política, Relações Internacionais, etc (NOVA e ISCSP são muito boas) e no 2º ciclo de estudos (mestrado) escolheres, então, jornalismo
Imagem de perfil

De Cherry a 14.05.2015 às 22:18

Como sabes, já tive na mesma situação que tu e só agora decidi mesmo o que queria. Tenho a certeza que vais descobrir o que queres e o curso que é melhor para ti :) até lá não desistas, continua a estudar, pesquisa mais sobre cursos em que estejas interessado e lembra-te: nunca desistas dos teus sonhos.
Qualquer ajuda que precisares passa pelo meu blog ou manda-me um mail :)
Beijinhos,
Cherry

Comentar post




Lisboeta de 20 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed