Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Adeus e até amanhã

por sacha hart, em 31.12.15

Mais um fim de ano. 2015. Um ano simultaneamente longo e rápido, curto e demorado. Parece uma contradição mas é como o sinto. Estava a ver que nunca mais acabava, mas ao mesmo tempo parece que começou ontem. Chegada a altura de reflectir sobre os últimos 365 dias, uma coisa torna-se certa: a minha insatisfação permanente reconhece que passou muitos momentos bons e memoráveis. Mas foi exatamente isso: um ano de momentos e não um bom ano no geral. 

Desilusões e tragédias à parte, 2015 marcou-me pelas mudanças. O fim de um ciclo e início de outro. Concluir o secundário e ingressar na faculdade. Felizmente, correu tudo bem embora tenham havido percalços pelo caminho. Permitiu-me crescer, obter alguma maturidade e entender um pouco daquilo que quero ser. Fiz os 18. Expandiu-me os horizontes. Ainda, o meu coração abraçou uma causa e logo depois esta tomou conta da Europa. Momentos como receber o email da UNHCR  e saber que o pequeno Ashraf estava são e salvo no Canadá  foram dos melhores dias do meu ano. 

Paris foi o ponto alto do ano. 2015 será sempre recordado por esta viagem maravilhosa na qual, não tenho dúvidas,  passei dos dias mais felizes da minha vida até agora. De resto, ficam também os passeios por Lisboa, pelo Oeste e pelo Algarve. Viagens low cost que me enchem o coração.  

Este coraçãozinho está também cheio por todos os 53 livros lidos, pelas 18 idas ao cinema e outros muitos filmes vistos, sobretudo espanhóis,  assim como todos os episódios das séries favoritas que me aconchegaram em múltiplos momentos. Bastam estas três variáveis para me fazerem feliz. Mentira, há uma quarta: a música.  Apesar de não ter havido um novo álbum dos Thirty Seconds To Mars,  são sempre presente assídua.  Maroon 5 e Ellie Goulding foram artistas que passei a ouvir mais, valendo até o concerto dos primeiros! A minha música favorita do ano é provavelmente  Growing Up de Macklemore, Ryan Lewis e Ed Sheeran. Dança também houve, até mesmo com direito a actuar na tv. 

Por fim, foi um ano inspirado e partilhado com muitas pessoas. São o melhor de tudo e nelas fazem parte vocês, queridas bloggers, que estão sempre presentes. Espero que seja sempre assim. 

1451589284551.jpg

 Nota: tudo o que está escrito em cima é mentira. Só houve uma coisa fantasticamente memorável em 2015: o meu primeiro pastel de nata! Delicioso vício. 

 

Adeus 2015. 

Feliz ano novo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36


7 comentários

Imagem de perfil

De • Smartie a 31.12.2015 às 19:54

Feliz Ano Novo, querida! :) ♥
Imagem de perfil

De jules emerson. a 01.01.2016 às 11:52

Feliz Ano Novo! :)
Imagem de perfil

De brittany a 01.01.2016 às 15:51

Bom ano novo! :)
Imagem de perfil

De Emy a 01.01.2016 às 18:29

Obrigada minha linda! Sinto o mesmo que tu quando dizes que parece que foi ontem mas por outro nunca mais acabava! E já agora segui-te no instagram eheh :)
Imagem de perfil

De lostdreams a 01.01.2016 às 20:54

Espero que tenhas um bom ano!
Imagem de perfil

De margaux a 02.01.2016 às 09:55

Feliz ano novo :)
Sem imagem de perfil

De -Hellen a 02.01.2016 às 16:40

É bom saber que não fui a única que achou que 2015 foi longo e rápido mas também curto e demorado.
Que 2016 seja muito melhor que 2015 foi, Bom Ano !

Comentar post




Lisboeta de 19 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed