Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a minha visita à feira do livro

por sacha hart, em 08.06.15

Já lá vão alguns dias desde que passeie por entre as maravilhosas bancas coloridas e recheadas de livros no Parque Eduardo VII. Escolhi a quinta-feira à noite, véspera do último dia de aulas, para descontrair um pouco na companhia da minha mãe e da minha tia - e, pelo meio, fazer o choradinho e trazer pelo menos um livro novo para casa. Essa parte ficou resolvida mas foi a única. No geral, esta edição da Feira do Livro animou-me pouco. 

Estava à espera da Hora H (22h-23H) para ver se aproveitava algumas promoções, mas não havia nada para aproveitar. Poucos foram os livros que tinham desconto no preço e, ainda para mais, os poucos que tinham era uma diferença tão minima que não constituía nenhuma oportunidade com alguém com orçamento tão limitado quanto o meu.  Sendo assim, limitei-me a dar a dica muito gentilmente e inocentemente à minha mãe que gostava imenso, imenso de ter um livro da Saída de Emergência. Lá o consegui. Desejo de um Escocês da Maya Banks, a continuação de Nunca Seduzas um Escocês que eu adorei. O preço não estava em conta, já que nem a um euro de desconto fazia do preço do site. Mas soube bem tê-lo nas minhas mãos e dizer que era meu.

 

 

 Pensei que ia ficar por aqui, mas foi quando ao passar pelo enorme stand da Leya (onde o Sr. Dr. Marcelo de Sousa estava a discursar, para curiosidade minha), que a minha tia se ofereceu para comprar dois livros que andávamos as duas para ler (mais eu que ela, mas bem...). Vendo o sinal "Leya 4 por 3" decidiu-se que teríamos de escolher mais dois livros. Tarefa impossível pois de entre tantos livros como escolher mais dois? Demorámos não sei quanto tempo a escolher os extras. A minha mãe já nem podia connosco, só se queria ir embora porque se fazia tarde. Finalmente , 20 minutos depois, escolhemos e íamos para os pagar quando uma senhora da Leya nos avisou que durante a Hora H aquela promoção dos 4/3 não funcionava. Eu estava algo do género "mas estão a gozar comigo?" . No final ficaram eles a perder, porque teriam faturado ali 40 euros... Só que no fundo, sinto que quem ficou a perder fui eu. Eram quatro preciosos livros para as minhas leituras de verão e eu já estava toda entusiasmada com eles na mão. Agora a minha tia já não os vai comprar, pelo menos não os quatro. 

Podia ser pior. Podia ter vindo de mãos à abanar da Feira do Livro. Teria sido tortura. Vi tantos, tantos livros que adorava ter. Passear por aquelas bancas de livros é quase como uns momentos no paraíso. Só que não passa disso - de um bonito sonho. Promoções? Oportunidades imperdíveis? Preços imbatíveis?  Nada à vista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02


3 comentários

Imagem de perfil

De twilight_pr a 08.06.2015 às 18:30

Pelo menos conseguiste aproveitar a feira do livro :) o que é muito bom, mas tens razão isso é uma porcaria e eles é que ficaram a perder, porque come on... 40 euros!
Enfim, vou agora hoje à noite para aproveitar a hora H, mas vamos ver :)
Beijinhos*
Imagem de perfil

De • Smartie a 08.06.2015 às 23:58

Pelo menos ainda trouxeste um que querias muito, nada mau :)
Beijinhos
Imagem de perfil

De a 09.06.2015 às 02:26

A sério? Nenhuma promoção de jeito? Bem, eu tive mais sorte neste ponto xp mas, pelo menos, aproveitaste um livro que querias, nada mau! :-)

Comentar post




Lisboeta de 20 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed