Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mergulhada.

por sacha hart, em 26.04.12

 

Vivaz e sedutor, o olhar petrificou-a.

Era feito de mar infinito de um azul tempestuoso que a parecia arrastar para o meio das ondas revoltadas, borbulhantes. Soube-o no fundo mais recôndito da alma que ele seria o seu fim, a sua perdição.

Afogaria-se no seu olhar até que o ar a abandonasse por completo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:14


7 comentários

Imagem de perfil

De cate a 26.04.2012 às 22:25

nem me digas nada, estou a dar literalmente em doida.
estou melhor, pelo menos acabou-se o antibiótico, obrigada (:

tu escreves tãããããão bem, juro-te! just love it!
Imagem de perfil

De cate a 26.04.2012 às 22:34

se a tua escrita ainda é rudimentar, como lhe chamas, estou ansiosa por ver como vai ser quando for mais "desenvolvida", vais-me matar :b
Imagem de perfil

De cate a 26.04.2012 às 22:41

dou elogios a quem os merece minha querida (;
não tens nada que agradecer!
Imagem de perfil

De Lhuna a 26.04.2012 às 22:55

pensei durante muito tempo como tu. não entendia e acho que ainda não entendo totalmente. é claro que há sempre uma solução, há mas encontra-la é uma das tarefas mais difíceis. eu não sei se chega sequer a ser depressão, quer dizer é. mas é algo mais. algo que rouba a vida a qualquer um. como se tudo se apagasse. é um tanto egoísta o suicido, é-o. mas acaba por ser uma libertação da alma e de tudo.
Imagem de perfil

De Mila a 27.04.2012 às 15:12

wow tão lindo.
Adorei!
Sem imagem de perfil

De Mariella a 28.04.2012 às 15:27

pequeno, mas bonito. belo texto!

De MorenaLind a 02.02.2015 às 16:42

Comentar post




Lisboeta de 19 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed