Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Inconstante.

por sacha hart, em 11.04.12

Já me resignara a aceitar-te, Frustração. Aceitei o facto de nunca me largares, de seres a minha única e constante companhia mas não esperava que voltasses e viesses, cada vez com mais força para atingires todo o meu mundo. Não esperava que me tirasses a alegria tão rapidamente, nem os meus amigos. Raios, estás a tornar tudo ainda mais dificil de suportar. Já nem ao espelho eu quero olhar apenas para não constatar o falhanço que sou, a inutilidade que tenho. Claro que, quando se anda rodeada de ti, nem é preciso nada para me aperceber disso. Fazes questão de deixar bem explicito na minha cabeça que sou diferente. Inútil. Fraca. Mais uma vez fazes-me sentir tal e qual uma folha pisada, uma flor murcha, um pássaro que não pode cantar. Pior, é não haver nenhum argumento no mundo que te possa contrariar nem niguém para mo dizer.

Por isso obrigada, Frustração, por fazeres deste regresso um poço para o qual me quero atirar, rodeada de chumbo, e afogar.

 

"Estás a perder qualidades, Sacha" disse a minha mãe.

Hum, acho que na verdade nunca as tive.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:06


11 comentários

Imagem de perfil

De Lhuna a 11.04.2012 às 14:52

*isto é a bába a molhar o teclado* obrigada OUTRA VEZ.
as qualidades não se perdem, escondem-se.
Sem imagem de perfil

De Mariella a 11.04.2012 às 16:46

não deixes essa frustração tomar-te. tu és forte!
Sem imagem de perfil

De Mariella a 11.04.2012 às 21:02

não tens de quê :) se precisares de falar, estou aqui, beijinhos
Imagem de perfil

De rose a 12.04.2012 às 22:34

“Unconsciously we all have a standard by which we measure other men, and if we examine closely we find that this standard is a very simple one, and is this: we admire them, we envy them, for great qualities we ourselves lack. Hero worship consists in just that. Our heroes are men who do things which we recognize, with regret, and sometimes with a secret shame, that we cannot do. We find not much in ourselves to admire, we are always privately wanting to be like somebody else. If everybody was satisfied with himself, there would be no heroes.”
Mark Twain
Imagem de perfil

De Lhuna a 13.04.2012 às 20:54

sinto-me orgulhosa por a ter criado, primeiro por ser diferente e segundo porque consigo dizer tudo quem nem com 200 palavras conseguia. oh ja nem me lembrava desse pormenor :)
x
Imagem de perfil

De cate a 14.04.2012 às 17:34

infelizmente, minha cara Sacha, a paciência que tenho é pouca ou mesmo inexistente.
ainda bem que gostaste (:
Imagem de perfil

De cate a 14.04.2012 às 22:29

mesmo! encontrei-a num tumblr e fiquei completamente apaixonada *.*
Imagem de perfil

De Lhuna a 16.04.2012 às 19:14

é fascinante de tão verdadeiro ser
Sem imagem de perfil

De Mariella a 16.04.2012 às 20:47

por vezes, a solidão pode ser a nossa melhor amiga.
Imagem de perfil

De Lhuna a 17.04.2012 às 21:44

andei em memórias parciais, bem ou mal lá saiu aquilo.
bem ou mal o que esta feito, feito está.
gosto que gostes de algumas das minhas passagens, obrigada :)

Comentar post


Pág. 1/2




Lisboeta de 19 anos a aventurar-se em Erasmus. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil



Life Abroad



Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed