Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




تكون سعيدا أشرف

por sacha hart, em 15.03.16

تكون سعيدا أشرف
Em árabe, a tua língua nativa: Sê feliz Ashraf.

 

Nada mudou para o mundo desde a primeira vez que te vi, Ashraf. Contudo tu mudaste o meu mundo ao conquistares-me com o teu olhar de menino traquina e sorriso puro como só o de uma criança pode ser. Uma criança especial como tu eras e apenas tinhas três anos.
Hoje tens cinco. Parabéns rapagão! Não imagino o quanto já estejas crescido. Deves ser uma dor de cabeça terrível para a tua mãe e um chato para os teus irmãos. Deves brincar o tempo todo, correr e saltar por onde te derem espaço. Deves ser criança com todos os direitos que mereces.
Direitos esses que o teu país não te deu. A sombra deste teu dia vem com a lembrança do caos que há precisamente cinco anos brotou no teu país e obrigou a tua família, assim como centenas de milhares de outras, a fugir em direção ao incerto. O teu aniversário é também um aniversário da guerra, essa maldita que te roubou tantas oportunidades desde o primeiro fôlego. Como o lamento.
Não esqueço os mais de quatro anos em que passaste à deriva entre campos de refugiados lotados e enlameados – o último sítio onde uma criança devia crescer. O meu coração esteve preso num nó angustiado e impotente, mas a esperança fez-me acreditar que um dia tudo ia mudar para ti.
Hoje tens cinco anos e o teu mundo mudou desde a última vez em que te desejei um feliz aniversário. Para trás ficaram as memórias tenebrosas de uma Síria em sangue e ruínas. Para trás ficou Bekaa Valley e a tenda da ACNUR na qual viveste os primeiros anos da tua vida. Hoje celebras o teu quinto aniversário numa casa a sério no país que te acolheu, o Canadá.
És um num milhão, Ashraf. És também um em milhões, lamentavelmente. Continuas a ser tão especial como da primeira vez em que te vi. Não deixes nunca alguém fazer-te crer o contrário.
Obrigada por teres entrado na minha vida. Espero um dia dizer-te isto pessoalmente, esperançosamente num mundo diferente em que o teu país esteja livre da tirania da guerra e seja novamente a casa dos mais de cinco milhões sírios que dele tiveram de fugir. Espero celebrar o teu aniversário como um dia feliz em que não haja mortes nem refugiados para lembrar.

 

Haja esperança, pequeno Ashraf.
Parabéns.

 

 

 

 

Podem ficar a conhecer um pouco melhor o Ashraf em:

Ashraf, o seu quarto aniversário e a melhor notícia que já recebi.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:56


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Sugar Candy a 20.03.2016 às 01:26

Há que ter mesmo esperança! É de certo modo, a ultima a morrer!
Beijinhos,
http://sugarcandy.blogs.sapo.pt/

Comentar post




Lisboeta de 19 anos a aventurar-se no segundo ano de faculdade. Blogger, leitora e pseudo-escritora nos tempos livres. Entusiasta e sonhadora.


+ sobre mim

→ seguir perfil





Mensagens

Design Portefolio


Facebook Page



feed